Os rios
 

  • Dois terços da superfície da Terra são constituídos por água.
    A esta água chama-se hidrosfera.

  • Mas a água não é toda igual: a água do mar e dos oceanos é salgada e a água dos rios e lagos é doce.


  • Os rios são cursos de água naturais, compridos, mais ou menos caudalosos, que descem ao longo de um canal natural de um nível mais elevado para outro mais baixo, isto é, nascem no cimo de uma serra e correm até outro rio ou até ao mar.

  • Têm origem num ponto chamado nascente (a montante, isto é do lado onde «nascem») e desaguam em outro curso de água (neste caso chamam-se afluentes), num lago ou no mar, a jusante - do lado onde desaguam.
    Ao local onde desaguam chama-se foz.

  • Ao longo do seu curso, aos rios podem juntar-se-lhe outros cursos de água mais pequenos, chamados afluentes (ou tributários).
    Um rio e os seus afluentes estão contidos naquilo a que se chama a bacia hidrográfica.

  • A água dos rios vem de nascentes, que são locais onde a água brota naturalmente, de depósitos internos nas rochas que acumulam água da chuva e também da neve e gelo, quando derretem.

  • As fontes da água são, portanto, as águas pluviais (da chuva) que penetram nas rochas a cotas (altitudes) mais elevadas.

  • Durante a sua passagem subterrânea, a água pode dissolver substâncias minerais, que podem depois precipitar (lançar) junto à nascente. É por isso que existem nascentes de águas minerais.

  • Uma nascente pode ser permanente ou temporária (intermitente), dependendo nível das águas que acumula e da forma das rochas à sua volta.



    (Vem conhecer o Vocabulário de rios!)

    (Vem conhecer os Rios de Portugal!)

 


     
Política de Privacidade | Termos de Utilização | Quem Somos
- 2001 © Texto Editores - Todos os Direitos Reservados.