Dia Mundial da Criança em Portugal
 
  • Logo desde o início da comemoração do Dia Mundial da Criança, a 1 de Junho, Portugal participou logo nessa celebração.

  • Os governantes portugueses achavam importante colaborar em tudo o que mostrasse que se preocupavam com o bem-estar das nossas crianças!

  • No entanto, por causa do regime de Salazar, ao princípio nem tudo correu bem.
    Apoiava-se a "Declaração dos Direitos da Criança", mas não se fazia nada para que os seus 10 importantes princípios fossem cumpridos.

  • Depois do 25 de Abril, o Dia da Criança foi mais festejado e os pequenos portugueses tiveram direito a leis próprias que ficaram escritas na Constituição da República!

  • Estas leis estavam relacionadas com a educação, saúde e família.

  • A 21 de Setembro de 1990, pouco depois da " Convenção dos Direitos da Criança" se tornar uma lei internacional, Portugal ratificou o documento.
    Ou seja, comprometeu-se a cumprir o que lá está escrito e obedecer aos seus 54 artigos.

  • Isto significa que o governo português deve fazer todo o possível para que as crianças beneficiem dos direitos que estão na "Convenção...".

  • Infelizmente, mesmo com a "Convenção dos Direitos da Criança", ainda existem crianças:
    - que sofrem maus tratos;
    - com má alimentação;
    - que são obrigadas a trabalhar como adultos;
    - que não vão à escola.

  • Apesar de vivermos numa sociedade muito evoluída, a preocupação com as crianças tem de continuar.

  • Porque ainda há muitos países do mundo onde os mais pequenos continuam a trabalhar muitas horas, sem ir à escola e ganhando quase nada.

  • Sabias que em Portugal ainda existem centenas de crianças nesta situação?
    Todos podemos contribuir para mudar isto.

  • Ajuda os pais, mas não faltes à escola: cria um futuro melhor para ti!

 


 
Política de Privacidade | Termos de Utilização | Quem Somos
- 2001 © Texto Editores - Todos os Direitos Reservados.