O Efeito de Estufa


  • Já alguma vez ouviste falar do "efeito de estufa"?

  • Quando tudo corre normalmente, o efeito de estufa é um fenómeno natural, provocado por alguns gases da atmosfera, que mantêm o nosso planeta com as temperaturas certas, pois conservam apenas uma pequena parte da luz do Sol que chega à Terra.

  • A designação "efeito de estufa" foi originalmente utilizada pelo cientista sueco Svante Arrhenius, mas o fenómeno foi previsto pela primeira vez em 1827, pelo matemático francês Joseph Fourier.

  • E como é que funciona?
    Muito simples! Os gases que existem na nossa atmosfera protegem a Terra de forma a que a luz do Sol (e o seu calor) se mantenha no planeta.

  • É tal e qual como uma verdadeira estufa, mas a diferença é que na Terra o vidro são alguns gases que existem na atmosfera! Assim, o calor que nos chega através do Sol mantém-se junto à superfície e aquece o planeta.

  • No entanto, a mão do Homem, nomeadamente através da poluição, está a alterar o clima em todo o planeta.

  • Sabias que, desde que se deu a Revolução Industrial (século XIX), a quantidade de dióxido de carbono libertada na atmosfera aumentou 25%?

  • E o que é que isto tem a ver? - perguntas tu.
    Pois é, o problema de tudo isto é que, entre outros gases, o dióxido de carbono é um grande contribuinte para o aumento do efeito de estufa e, consequentemente, para o aquecimento global.

  • Como já deves ter ouvido falar, o aquecimento global é um problema que tem preocupado muito os cientistas e ambientalistas em todo o mundo.

  • É que, se a temperatura natural do nosso planeta aumentar demasiado, o clima da Terra (que deu origem à vida) pode tornar-se uma coisa do passado.

  • O Programa das Nações Unidas para o Ambiente previu que, perto do ano 2025, a temperatura média do planeta terá subido cerca de 1,5ºC.

  • Sabes o que isto significa?
    Este aumento de temperatura provocará, consequentemente, uma subida do nível médio da água do mar em cerca de 20 cm pelo derretimento das calotes polares.

  • E essa subida já se começa a notar. Como sabes, a maior parte da água existente no planeta encontra-se nos glaciares árcticos que, em 1976, tinham uma espessura média de 6 a 7 metros e em 1987 já tinham apenas 4 a 5 metros.

  • Se os glaciares continuarem a derreter, algumas zonas perto da água e de baixa altitude poderão ficar alagadas. Por outro lado, as alterações climáticas vão provocar problemas nas colheitas.


    Gases responsáveis pelo efeito de estufa:

      - Dióxido de carbono (CO2) - responsável por cerca de 55% do efeito de estufa.

      - Clorofluorcarbonetos (CFC) - responsáveis não só por 24% do aquecimento global resultante do efeito de estufa, mas também pela destruição da camada de ozono (que protege da radiação perigosa dos raios solares).

      - Metano - produzido pela decomposição de matéria orgância, em algumas culturas, nas lixeiras e pelos excrementos do gado.

      - Ácido nítrico - formado por micróbios, pela decomposição de fertilizantes químicos e pela combustão da madeira e de combustíveis fósseis.

      - Ozono - originado pela poluição produzida no solo pelos veículos automóveis, fábricas e refinarias de petróleo.

 

 


 
Política de Privacidade | Termos de Utilização | Quem Somos
- 2001 © Texto Editores - Todos os Direitos Reservados.