Sé de Évora
 
  • Évora é uma das cidades portuguesas que foi classificada pela UNESCO como "Património Cultural de Toda a Humanidade", por causa da sua arquitectura tão bela e antiga.

  • Um dos monumentos mais famosos de Évora é a Sé.

  • Sabes porquê? É porque é a maior catedral medieval do País!

  • E a história desta Sé é muito comprida! Tudo começou entre 1186 e o início do século XII, quando foi construído o primeiro templo.

  • A essa primitiva igreja sucedeu-se o edifício que hoje conhecemos e que continuou a ser construído durante várias épocas da História de Portugal.
    Por essa razão é composto por vários estilos arquitectónicos que lhe dão uma grande riqueza.

  • Vários estilos arquitectónicos?
    Sim, é que no século XIII estava-se na época medieval, em que os edifícios tinham que ser muito bem protegidos e quase tão resistentes como fortes (e, nesta frase, "fortes" significa: edifício fortificado, tipo castelo).
    Ainda durante os restantes anos de construção (que durou até ao século XVIII!) foram usados outros estilos como o românico, o manuelino e o barroco.

  • Pois é, as diferentes caracterísiticas de cada época foram usadas na Sé de Évora!

  • Bom, agora vamos falar de coisas mais complicadas: vamos tentar descrevê-la, mas da maneira mais simples possível!

  • A Sé de Évora é composta por três naves, como se fazia na época, de modo a que a igreja, vista de cima parecesse uma cruz, que é o símbolo dos cristãos.
    A nave central é o "corpo" da igreja, o corredor que nos leva desde a porta até ao altar.
    As naves laterais são as que ficam de cada um dos lados da nave central.

  • Sabias que a Sé de Lisboa, construída vários anos antes, foi a fonte de inspiração para a de Évora?

  • E sabias que, apesar de a Sé ter começado a ser construída no século XIII, só quase em meados do século XIV é que se construiu o portal principal?

  • E ainda bem que se demorou tanto tempo, porque é um dos portais góticos portugueses mais impressionantes. O arco da porta é quebrado, como se usava na época, mas tem sete arquivoltas!
    Por cima tem uma enorme escultura de um apostolado. O autor foi um famoso escultor português da época medieval, conhecido por Mestre Pêro. Foi também ele que ficou encarregue do claustro e da "Capela do Fundador".

  • No fim da época medieval fizeram-se várias obras com o objectivo de melhorar e dar uma nova decoração à Sé.
    Por exemplo, o coro alto, que ocupa os dois primeiros arcos da nave central, deve a sua construção ao bispo D. Afonso de Portugal na primeira metade do século XVI.

  • A capela-mor actual (onde fica o altar) é o resultado de uma renovação completa feita no reinado de D. João V, já no século XVIII, e que contou com o apoio dos sacerdotes da Sé.

  • Sabias que em 1969 Portugal sofreu um tremor de terra? Não tão grave como o terramoto de 1755, mas foi o suficiente para fazer alguns estragos na sé de Évora!
  • Se puderes, visita-a. Vale a pena ver a História ao vivo!

  • Marcações para escolas:
    Direcção Regional de Évora
    Tel: 266 769 800
    Fax: 266 769 855

 

 


 
Política de Privacidade | Termos de Utilização | Quem Somos
- 2001 © Texto Editores - Todos os Direitos Reservados.